10 maneiras de manter seus clientes longe da Toxinfecção

10 maneiras de manter seus clientes longe da Toxinfecção

A Consultoria Alimentar tem observado algumas falhas bem comuns em lanchonetes e restaurantes, que propiciam a Toxinfecção. A ANVISA não perdoa. Veja como evitá-las!

Comer bem e de forma segura não tem preço. Saciar a fome, o desejo de um prato sem ter que passar horas na fila de um hospital por causa de uma toxinfecção, é o mínimo que espera quem já passa diversos apuros ao longo do dia, e só quer mesmo relaxar diante de seu prato favorito.

Pode ser um simples hot dog ou um espaguete ao alho e óleo, os cuidados devem ser os mesmos, a fim de que seu restaurante ou lanchonete não seja a causa de uma toxinfecção no cliente.

MAS, O QUE É AFINAL ESSA TOXINFECÇÃO?

Tratam-se doenças causadas pela ingestão de alimento contaminado por microrganismos patogênicos que se multiplicam ou pode haver uma intoxicação provocada por ingestão de alimentos contendo toxinas microbianas pré-formadas. os sintomas clássicos das doenças de origem microbiana transmitidas por alimentos são diarreia, vômitos, cefaleia, dores abdominais e desconforto.

Para a implantação de boas práticas de manipulação, que por sua vez, afastarão qualquer risco de toxinfecção, são necessários alguns requisitos mínimos, como a manutenção adequada das instalações e equipamentos, utilização de matérias-primas com qualidade comprovada, capacitação e dimensionamento adequado de equipes, disponibilidades de materiais de limpeza apropriados e outros aspectos necessários à boa qualidade dos serviços.

Para evitar a toxinfecção e manter a prestação adequada dos alimentos, recomenda-se:

1 – Utilizar alimentos de boa procedência e tratados de forma higiênica;

2 – Cozinhar bem aos alimentos em temperatura de 74ºC

3 – Consumir imediatamente alimentos cozidos;

4 – Armazenar adequadamente os alimentos já preparados. Estes devem ser mantidos em temperatura acima de 60ºC ou abaixo de 4ºC, em um período de tempo de no máximo 160 minutos.

5 – Reaquecer bem aos alimentos já cozidos, sempre em temperatura de 74ºC.

6 – Evitar qualquer tipo de contato entre alimentos cruz e já cozidos. O mesmo vale para os utensílios.

7 – Lavar as mãos sempre e principalmente após fumar, limpar qualquer objeto ou mesmo ir ao banheiro.

8 – Manter rigorosamente limpas as superfícies de contato com os alimentos e principalmente todos os utensílios.

9 – Proteger os alimentos do alcance de insetos, roedores e outros animais.

10 – Utilize sempre água pura e limpa para limpeza e higienização.

Vai produzir um alimento para venda em atacado ou varejo? Entre em contato com a Consultoria Alimentar para se adequar com a lei e certificações exigidas. Evite maiores problemas. A gente faz tudo isso por você e muito mais! Entre em contato:

Consultoria Alimentar – Unidade Tatuapé – São Paulo: 11 2091-1499 / 11 2295-0947 e 11 99228-8515.

Consultoria Alimentar – Unidade Vila Mariana – São Paulo: 11 3467-4625 / 11 3467-4631 e 11 98415-3780.