Treinamento para restaurantes: Do gerente ao faxineiro!

Treinamento para restaurantes: Do gerente ao faxineiro!

O treinamento para restaurantes é importante a todos os funcionários do restaurante, visto que os prepara para todos os desafios que o segmento lhes impõe

Você que pretende abrir um restaurante, uma empresa de alimentação, o que pensa sobre “treinamento para restaurantes”?

Será que é um exagero? Será que basta apenas ter um bom capital, entender de finanças, administração e mandar pendurar uma placa? Será que gerentes e proprietários, precisam afinal de um treinamento para restaurantes?

A verdade é que não apenas os gerentes ou proprietários / investidores necessitam deste treinamento, como também todos os funcionários do estabelecimento, do maior ao menor.

Gerente; Maître, Garçom, Commins, Chef, Cozinheiro, Auxiliar de cozinha, Barman/bartender e Auxiliar de limpeza, todos precisam de treinamentos específicos, que os ajudem a manusear e lidar com os alimentos, o ambiente e os clientes.

Isso porque o segmento só aumenta, dia após dia e com a pandemia, novos desafios surgiram na área e impõe a toda equipe um cuidado redobrado, a fim de garantia a qualidade da comida e claro, a carteira de clientes sempre fidelizada.

Como deve ser o treinamento para restaurantes?

Donos e gerentes precisam ser treinados pra se envolver e cobrar aquilo que a gente precisa que eles cobrem dos manipuladores, dos colaboradores dentro do serviço de alimentação.

Nós, da Consultoria Alimentar, já atuamos ao longo de mais de 20 anos em diferentes serviços de alimentação e, na maioria das vezes, pudemos vislumbrar gerentes e donos completamente despreparados, não só para administrar os seus negócios, mas também com relação às boas práticas e tudo o mais que a legislação exige para os estabelecimentos que trabalham com alimentação.

Ou seja, além de perderem a freguesia, correram o risco de serem autuados, caso não se reformulassem a tempo.

É muito comum o gerente ou o dono do restaurante, por exemplo, nunca ter ouvido falar da RDC 216, que se trata do Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação, aprovado e fiscalizado pela ANVISA.

Muitos sequer algum momento procuraram a ANVISA para entender como funcionam suas legislações no segmento de comida. E com isso, abrem portas sem qualquer preparo e cuidados.

Quem paga por isso tudo? A saúde do consumidor, é claro.

De que forma o treinamento para restaurantes pode ajudar?

O treinamento apresenta aos donos e gerentes um olhar diferenciado no mercado em que se encontram. Mostram primeiramente o tamanho de suas responsabilidades e a postura que precisam adotar dos manipuladores, fornecedores, técnicos, equipe, dentre outros.

Além de entenderem sobre Boas Práticas e conhecimentos de manipulação, precisam saber o que deve ou não permanecer na vitrine, na geladeira, no estoque, a relação de temperatura dos produtos e alimentos servidos, prazos de validade, noções de higiene e sobre como desinfectar todo o ambiente, da cozinha ao salão.

Quais produtos utilizar, porque utilizar, de quanto em quanto tempo proceder com a limpeza de equipamentos, aparelhos, caixas d’água, dentre outros. E principalmente, como avaliar a forma como todos esses processos estão sendo executados, se estão ou não em conformidade com a lei.

Como se pode ver, uma grande responsabilidade e um trabalho que vai muito além de simplesmente “administrar o caixa” nos horários de maior movimento. Afinal, ao menor deslize, pode-se ter uma porta fechada para sempre.

Distintos treinamentos para restaurantes

E se você acredita que, basta apenas um treinamento para toda a equipe, está enganado. O treinamento para o gerente e para o dono do restaurante deve ser diferenciado do treinamento ministrado para os manipuladores de alimentos e para os colaboradores da cozinha.

São conhecimentos diferentes, que embora o gerente e o proprietário devam conhecer, não cabe aos demais funcionários a responsabilidade sobre a avaliação e condução dos processos.

Afinal, os papéis são completamente diferentes no estabelecimento, não são?

Treinamentos garantem qualidade, ordem e bons resultados

Quanto mais afinada a equipe estiver sobre como fazer comida boa e de qualidade, mais o restaurante fará sucesso. Afinal, a freguesia é o principal termômetro. Basta que o lugar proporcione a melhor experiência de consumo possível.

E tal experiência de consumo, só quem pode garantir são os donos e gerentes, que precisam sim de treinamentos para se comprometerem mais com a consultoria e também para cobrar aquilo que é necessário às adequações de seus estabelecimentos. Quanto mais correto for o restaurante, mais retorno terá da clientela.

Entre em contato!

Entre em contato com a gente. Atendemos à empresas de diversos segmentos, em quaisquer situações e podemos lhe ajudar em tudo que a sua empresa precisar. Veja porque estamos no mercado há mais de 20 anos.

Entre em contato nos telefones 11 2307-8992 ou (WhatsApp) 11 99228-8515. Vamos conversar?